Desejos influenciam o que as pessoas vêem

O que as pessoas desejam, esperam ou temem pode influenciar a maneira como percebem estímulos visuais ambíguos, de acordo com um novo estudo do psicólogo David Dunning e sua estudante de graduação Emily Balcetis, da Universidade Cornell. Em cinco estudos, quando Dunning e Balcetis mostraram figuras ambíguas - por exemplo, uma que poderia ser interpretada como uma letra "B" ou o número 13 - os voluntários tiveram a tendência de ver a figura da maneira que queriam ver, pois tinham sido informados de uma interpretação específica teria resultados mais favoráveis para eles. Um dos estudos rastreou os movimentos dos olhos, que confirmaram que os participantes viram apenas a interpretação que eles tipicamente queriam ver, ao invés de ter visto as duas e reportar apenas a que lhes favorecia."Esses estudos suportam as crescentes evidências de que os estados motivacionais das pessoas - seus desejos e preferências - influenciam seu processamento de estímulos visuais", disse Dunning.O estudo será publicado ainda este ano no Journal of Personality and Social Psychology.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.