Desfile tem peças já utilizadas em outras coleções no RJ

A plateia que assistiu ao desfile da OEstudio, grife que abriu o segundo dia de desfiles da temporada inverno 2013 do Fashion Rio, na tarde desta quinta-feira (8), no Píer Mauá (zona portuária), teve uma sensação de déjà vu. A marca propositalmente trouxe peças já utilizadas em outras coleções, mas que foram completamente transformadas.

HELOÍSA ARUTH STURM, Agência Estado

08 de novembro de 2012 | 19h41

Ao som da trilha assinada pelo percussionista pernambucano Jam da Silva, modelos desfilavam as peças remodeladas, em tons escuros e quase sem estampas. "Qualquer tipo de reutilização pode ser entendida como movimento sustentável, dentro da coleção completamente exclusiva e de peças únicas", disse Anne Gaul, responsável pelo estilo da grife, que conta com um coletivo de artistas.

Mais cedo, a estilista Bianca Marques preferiu mostrar a nova coleção da grife que leva seu nome de uma forma diferente do tradicional desfile. Por isso, suas novas peças, influenciadas pela arte abstrata de Kandinsky, não foram vistas nas passarelas do Fashion Rio, mas sim em uma exposição em sua loja em Ipanema.

Já a grife Sacada apostou no inverno multicolorido e acrescentou tons vibrantes de laranja, azul cobalto e amarelo às cores já tradicionais da estação, como o vinho e o verde escuro. A marca trouxe peças bem acinturadas, saias plissadas e tecidos metalizados. Durante a noite desta quinta ainda haveria desfiles das grifes Filhas de Gaia, 2nd Floor e Espaço Fashion.

Tudo o que sabemos sobre:
fashionriodesfiles

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.