Desinteresse da Oi pela GVT beneficia Portugal Telecom, diz banco

A Portugal Telecom se beneficia do fato de a subsidiária Oi não ter interesse em comprar a rival brasileira GVT, já que essa aquisição exigiria muito financeiramente e colocaria em risco o nível dos dividendos pagos pela companhia, segundo o banco BPI.

Reuters

19 de novembro de 2012 | 11h03

Em comunicado ao mercado, a Oi, em que a Portugal Telecom detém 25 por cento e representa metade da receita do grupo, anunciou que não está interessada na compra da GVT, pertencente à francesa Vivendi, devido às condições financeiras da operação, ao contrário do que a imprensa brasileira havia noticiado.

"Uma aquisição desta natureza exigiria financeiramente da Oi e colocaria em risco a política de remuneração aos acionistas, com consequências negativas para a PT", disse o BPI. A Oi deve entregar à PT 500 milhões de euros em dividendos até 2015, segundo o plano estratégico.

A empresa disse ainda que embora a aquisição da GVT ajudasse a Oi a atingir as metas do plano estratégico, o preço de 7 bilhoes a 8,5 bilhões de reais pela companhia "não justifica o esforço".

(Por Filipe Alves)

Tudo o que sabemos sobre:
TELECOMPORTUGALTELECOMGVT*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.