Desmatamento da Amazônia cai 30% em um ano, diz governo

O desmatamento da Amazônia caiu um terço no período de 12 meses encerrado em julho, atingindo a menor taxa em pelo menos sete anos, segundo dados apresentados pelo Ministério do Meio Ambiente

REUTERS

10 de agosto de 2007 | 17h14

O desmatamento da Amazônia caiu umterço no período de 12 meses encerrado em julho, atingindo amenor taxa em pelo menos sete anos, segundo dados apresentadosna sexta-feira pelo Ministério do Meio Ambiente. Estima-se que cerca de 9.600 quilômetros quadrados de matatenham sido derrubados entre agosto de 2006 e 31 de julho de2007. No ano anterior, segundo os dados oficiais, odesmatamento havia sido de 14.039 quilômetros quadrados. As conclusões se baseiam no estudo preliminar de imagens desatélite e têm margem de erro de dez por cento. O relatóriofinal está previsto para novembro. "É uma grande conquista para a sociedade brasileira.Reflete uma nova diretriz ambiental", disse a ministra MarinaSilva em entrevista coletiva em Brasília. É a menor taxa de desmatamento na Amazônia desde 2000. Amaior ocorrera em 2004 (27.429 quilômetros quadrados). Mas uma revisão dos dados históricos usando a novametodologia mostra que este ano teve o menor desmatamento desdea década de 1970, segundo João Paulo Capobianco,secretário-executivo do Ministério do Meio Ambiente. (Por Raymond Colitt)

Tudo o que sabemos sobre:
BRASILGERALAMAZONIADESMATAMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.