Desmatamento da Amazônia cai 60% em julho, diz Minc

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, afirmou hoje que o desmatamento na Amazônia caiu "praticamente 60%" em julho deste ano, em relação ao mês anterior. Minc disse que a queda foi ainda mais acentuada em relação a julho do ano passado: entre 60% e 70%. Os dados serão divulgados no fim do mês pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). "Acho que o fator mais forte foi a mudança da estratégia de fiscalização nos entroncamentos rodoviários", disse o ministro em entrevista na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro. Antes, em discurso durante o lançamento do programa Petrobras Ambiental, Minc comemorou os dados apresentados por ele e declarou: "É por isso que o pessoal da frente ruralista quer pular no meu pescoço."

FELIPE WERNECK, Agencia Estado

15 de agosto de 2008 | 14h36

Tudo o que sabemos sobre:
Amazôniadesmatamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.