Desocupação de área em SP deixa 2 feridos e 2 presos

Um policial militar foi intoxicado e outro foi atropelado por uma moto durante a desocupação de um terreno no bairro do Capão Redondo, na zona sul de São Paulo, segundo informou a Polícia Militar (PM). No começo da manhã, quando teve início a reintegração de posse da área ocupada por 2.500 mil pessoas, parte dos moradores aceitou sair, porém, cerca de 200 resistiram e protestaram, colocando fogo em lixo, e em alguns barracos, para bloquear as ruas da região. Dois foram detidos por atirar rojões contra a Tropa de Choque.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

24 Agosto 2009 | 12h41

Cerca de 240 policiais militares continuam no bairro para conter novos distúrbios e manter a ordem na região. Os manifestantes, segundo a PM, jogaram pedras nas viaturas e incendiaram alguns veículos. Uma retroescavadeira da Viação Campo Limpo, proprietária do terreno de 34m², está destruindo os barracos do lugar, ocupado há cerca de dois anos. A operação deve terminar no início da noite de hoje, segundo a corporação.

Mais conteúdo sobre:
moradiareitegraçãoPMfavelaSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.