Detalhes da vida de Darwin estão disponíveis na internet

Os entusiastas de Charles Darwin (1809-1882) poderão saber detalhes da vida do naturalista inglês por meio dos diários de sua esposa, Emma, que a partir desta segunda-feira, 12, estarão disponíveis em um site na internet.Os diários de Emma Darwin (1808-1896) abrangem os anos que passou junto ao autor de A Origem das Espécies, que até agora só eram conhecidos por um pequeno número de especialistas, informou o acadêmico John van Wyhe, da Universidade de Cambridge.Os textos escritos pela esposa do naturalista estão contidos em sessenta livros, guardados no arquivo Darwin da biblioteca da universidade, que fica no sul da Inglaterra.O primeiro diário data de 1824, quando a então Emma Wedwood tinha 16 anos, e ela continuou seguiu escrevendo até sua morte. Emma casou-se com Darwin, que era seu primo, no ano de 1839.Os textos revelam como o casal recebia cientistas em casa, algumas vezes em grupos de até quinze, e dá detalhes das visitas de parentes ou suas doenças.Wyhe disse nesta segunda que os diários são muito interessantes, pois "oferecem tantos detalhes da vida privada deste homem famoso que mudou o mundo".Ao mesmo tempo, ajudaram a conhecer onde Darwin estava exatamente em um determinado momento de sua vida, acrescentou."Contar com estes diários é o próximo grande passo para conseguir que a coleção completa (em referência a tudo relativo a Darwin) esteja disponível para todo o mundo, e não só para os acadêmicos nas grandes bibliotecas", disse Wyhe.A obra completa de Darwin, incluindo A Origem das Espécies, está disponível na internet desde o ano passado.

Agencia Estado,

12 de março de 2006 | 18h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.