Detran prende dois por fraude em autoescola em SP

A Divisão de Crimes de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo prendeu em flagrante o dono e um instrutor de uma autoescola no Ipiranga, na zona sul da capital, na tarde de ontem. Segundo o Detran, os dois adulteravam o horário das aulas de candidatos a motoristas de ônibus e usavam moldes de silicone com digitais para fraudar o sistema.

MARÍLIA LOPES, Agência Estado

17 de fevereiro de 2011 | 14h50

A autoescola começou a ser investigada após uma denúncia anônima, que indicava que alunos não faziam as aulas de direção veicular. Ao pesquisar os terminais dos computadores, foi constatado que a autoescola alterava o horário do computador para fraudar o início das aulas. Três aulas que deveriam estar em andamento apareciam como encerradas no sistema.

Durante vistoria na autoescola foram apreendidas três digitais feitas de silicone. As próteses eram usadas para enganar o sistema de biometria quando os alunos não estavam presentes. O proprietário da autoescola e o instrutor foram autuados pelo crime de falsidade ideológica.

Tudo o que sabemos sobre:
autoescolaprisãofraudeDetranSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.