Dez Indicações De Nossos Críticos

YUKI & NINA: O ator francês Hypolithe Girardot estreia na direção assinando a quatro mãos com Nobuhiro Suwa. Um processo de separação é visto pelo ângulo de duas crianças. Riqueza de observação humana e social e sensibilidade para os corpos, adultos e infantis. Filmaço. Sessões: Cinemateca - Dia 31, 21h. Cine TAM - Dia 1/11, 19h. Espaço Unibanco Pompeia 10 - Dia 4, 20h10. HSBC Belas Artes - Dia 5, 15h50

, O Estadao de S.Paulo

22 de outubro de 2009 | 00h00

SHIRIN: Abbas Kiarostami desenvolve uma de suas mais ousadas propostas estéticas. A câmera fixa-se nos rostos de uma plateia de mulheres, que assiste a um drama histórico num teatro. O espectador jamais vê a ação no palco. Apenas ouve as vozes que vêm do palco e vê a expressão facial das espectadoras, interpretadas por 110 atrizes iranianas. Pesquisa radical. Sessões: Unibanco Arteplex 3 - Dia 31, 21h10. Unibanco Arteplex 1 - Dia 4, 22h20. Cinemateca -Dia 5, 14h30

MOTHER: O coreano Bong Joon-ho disse que fez este filme após O Hospedeiro porque detesta se repetir. Talvez não na forma, mas a história da família que busca garota sequestrada não difere desta mãe que quer provar inocência do filho, acusado de assassinato. Querido dos críticos, cinema da Coreia do Sul brilha na Mostra. Sessões: Cinema da Vila - 6.ª, 18h25. HSBC B. Artes - Sáb., 19h20 . Cine TAM - Dom., 19h. Cinemark Cid. Jardim - 4.ª, 21h30 . Reserva Cultural 1 - Dia 30, 15h50

PERSEGUIÇÃO: A intensidade amorosa dá o tom neste belo filme de Patrice Chéreau. Um rapaz mantém relação conturbada com uma mulher. E vê sua casa ser invadida por um importuno, de quem não consegue se livrar. Filme de climas e tensão sensual, bastante valorizado por Charlotte Gainsbourg. Sessões: Cinesesc - 3.ª, às 17h10. Cine Bombril 1 - Dia 31, às 17h40. Cine TAM - Dia 2, 19h. Espaço Unibanco - Dia 4, às 20h10

VENCER: Outra história de mãe, a da mulher renegada de Mussolini, que o ditador fez apagar da História, junto com o filho. Em momento excepcional, o italiano Marco Bellocchio discute representação da História pelo cinema.Ida Dalser é Antígona e Mãe Coragem. Sessões: Cinesesc - 4.ª, 23h30. Unibanco Arteplex 1 - Dia 30, 16h10.Espaço Unibanco Pompeia 2 - Dia 31, 19h20. Unibanco Arteplex 2 - Dia 1.º, 22h. HSBC Belas Artes - Dia 4, 19h10

O INFERNO DE CLOUZOT: Misturando cenas do filme inacabado de Clouzot com Romy Schneider (foto) e Serge Reggiani, com entrevistas e cenas do roteiro "interpretadas" por dois atores, a dupla de diretores Serge Bromberg e Ruxendra Medea fez um filme inclassificável e perturbador, sobre o inferno do ciúme e do processo de criação. Sessões: Cine Bombril 1 - Sábado, às 16h10. Cinesesc - Domingo, às 16h. Cinema da Vila - 2.ª, 19h40

35 DOSES DE RUM: De modo surpreendente, a francesa Claire Denis acompanha o cotidiano de um viúvo que cuida com zelo de sua filha. Claire escolhe a estética do detalhe para mostrar a rotina de um homem sozinho e da garota que cresce. A cineasta trabalha com a duração real das cenas, levando a uma imersão na vida dos personagens. Sessões: Unib. Arteplex 2 - Amanhã (6.ª), 0h. Cinesesc - Sáb., 13h30. Cinema da Vila - Dom., 22h10. Cinemateca - 2.ª, 14h30. Cine TAM - 5.ª (29), 19h

LEBANON: O israelense Samuel Maoz transforma em filme sua experiência traumática como soldado no Guerra do Líbano. Procura trabalhar com elementos mínimos, limitando o ponto de vista da câmera ao interior de um tanque de guerra que avança sobre território inimigo. Um trabalho excelente com o " fora de campo", e com os sons, valeu a Maoz o Leão de Ouro em Veneza. Sessões: Cine Bombril 1 - Dia 3, 22h10. Cinemark Cidade Jardim - Dia 4, 21h30. Cinesesc - Dia 5, 20h30

NATIMORTO: Melhor filme da Première Brasil, criminosamente ignorado pelo júri do Festival do Rio, foi adaptado por Paulo Machline do livro de Lourenço Mutarelli, com o próprio como protagonista. O Cheiro do Ralo era ótimo, mas aqui Mutarelli surge mais denso e sombrio. Com a esplendorosa Simone Spoladore. Sessões: Unibanco Arteplex 2 - Sáb., 21h40. Cinema da Vila - 3.ª, 15h40. Unibanco Arteplex 4 - Dia 29, 15h30

O SOL DO MEIO-DIA: Triângulo como o de Cidade Baixa transposto para a Amazônia. Eliane Caffé reinventa o roteiro e a mise-en-scène, improvisando o próprio filme com os atores. Chico Diaz (foto) e Luiz Carlos Vasconcelos foram melhores atores no Rio. Uma injustiça que Claudia Assunção não tenha sido a melhor atriz. Sessões: Cine Bombril 1 - Dia 31, 19h40. Cinemateca - Dia 2, 15h. Unibanco Arteplex 1 - Dia 3, 17h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.