Dez pessoas seguem desaparecidas no naufrágio no AM

A Agência Fluvial de Itacoatiara confirmou que o barco Comandante Monteiro levava 111 pessoas

ANA LUÍSA WESTPHALEN, Agencia Estado

21 Fevereiro 2008 | 16h40

De acordo com informações do Comando Geral do Corpo de Bombeiros do Amazonas, até as 16 horas desta quinta-feira, 21, haviam sido encontrados nove corpos (quatro crianças, quatro mulheres e um homem) e 92 sobreviventes após o naufrágio de um barco no rio Amazonas. Há ainda dez passageiros desaparecidos.   A Agência Fluvial de Itacoatiara confirmou que o barco Comandante Monteiro levava 111 pessoas de Alenquer (PA) para Manaus (AM).   As buscas seguem com duas equipes do Corpo de Bombeiros, totalizando dez profissionais, e um grupo de mergulhadores da Marinha. A Polícia Militar regional e a Marinha colocaram embarcações à disposição do Corpo de Bombeiros, e o governo do Estado do Amazonas solicitou duas viaturas de resgate e um helicóptero do Exército para auxiliar nas buscas.   O barco Comandante Monteiro afundou na quarta-feira, 20, por volta das 1h30, depois de colidir com uma balsa entre Paraná da Eva e Novo Remando, na região de Itacoatiara, no Amazonas.   De acordo com os bombeiros, o barco não seguia a determinação de ter a lista da tripulação e dados com informações sobre todos os passageiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.