Diferença de preço no material escolar varia até 450%

Pesquisa sobre valores de materiais escolares detectou diferença de até 450% no preço de um mesmo produto. O estudo, realizado pela fundação Procon-SP, analisou os preços de materiais escolares em 78 estabelecimentos divididos em 10 regiões do Estado de São Paulo.

AE, Agência Estado

17 de janeiro de 2013 | 12h46

Na capital, onde foram analisados 195 itens, o produto com maior variação no preço foi a borracha látex (branca), partindo de R$ 0,40 até R$ 2,20, informa nota do Procon-SP distribuída à imprensa nesta quinta-feira. Já no interior, a maior diferença foi registrada em Jundiaí, onde foram analisados 140 itens, a caneta esferográfica ponta fina 0,7 milímetros que custava R$ 0,85 em um estabelecimento foi encontrada por R$ 4,50 em outro, diferença de 429%.

A recomendação da diretora de estudos e pesquisa da Fundação Procon-SP, Valéria Garcia, é para o consumidor verificar a procedência e a qualidade dos produtos, evitando a compra em vendedores ambulantes. "O preço pode ser menor, mas não há emissão de nota fiscal e muitas vezes os produtos não possuem certificação do órgão responsável", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.