Dilma: banco dos Brics vai financiar investimentos de infraestrutura

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira que o banco de desenvolvimento criado pelos Brics vai ajudar a financiar os projetos de infraestrutura, inclusive nos países considerados em desenvolvimento, com recursos de longo prazo.

Reuters

27 de março de 2013 | 10h50

Ela também ressaltou a importância de um fundo de reservas, como parte da cooperação do bloco formado pelo Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

"Destaca-se na agenda da cooperação, um passo à frente, com contornos concretos, duas iniciativas importantes que são o banco Brics e o arranjo contingente de reservas", afimou Dilma durante a reunião de cúpula dos Brics em Durban, na África do Sul.

Segundo ela, o banco de desenvolvimento vai também ajudar projetos em especial na África e na América do Sul. Para a presidente, a situação econômica dos países desenvolvidos neste ano está melhor, mais ainda é preocupante.

"Temos que ter em mente que, se as economias avançadas se contraem, devemos fazer todo o esforço para ampliar as nossas próprias economias, os nossos próprios mercados", defendeu.

"Embora o cenário de 2013 seja um pouco mais promissor que o de 2012, é visível que muitos dos países desenvolvidos e seus problemas permanecem comprometendo, principalmente o bem estar de suas populações", afirmou ela.

A presidente também falou que o acordo de contingente de reservas entre os bancos centrais dos Brics é um "mecanismo de estabilidade que, em momentos de dificuldade, pode criar linhas recíprocas de crédito entre nossos países, melhorando a liquidez e ajudando a prevenir crises, e fortalecendo a solidez do mercado financeiro internacional."

Na véspera, o bloco ainda não havia conseguido fechar um acordo sobre o financiamento e o banco de desenvolvimento comum.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)

Tudo o que sabemos sobre:
BRICSDILMABANCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.