Dilma cai de 40% para 37% mas ainda seria reeleita no 1º turno, diz Ibope

As intenções de voto na presidente Dilma Rousseff caíram de 40 por cento em março para 37 por cento em abril, mas a presidente ainda seria reeleita no primeiro turno, de acordo com pesquisa Ibope publicada nesta quinta-feira.

Reuters

17 Abril 2014 | 18h51

Divulgada pelo site de notícias G1, a pesquisa aponta a vitória de Dilma no primeiro turno das eleições de outubro em dois cenários, seja com o ex-governador Eduardo Campos ou com a ex-senadora Marina Silva concorrendo pelo PSB.

Com Campos como candidato, Dilma teria 37 por cento, contra 14 por cento do senador mineiro Aécio Neves (PSDB) e 6 por cento para o ex-governador de Pernambuco. Brancos e nulos somaram 24 por cento.

A sondagem aponta que Dilma manteria os 37 por cento e Aécio os 14 por cento em um cenário em que Marina encabeça a chapa no lugar de Campos. Nesse caso, Marina, que foi terceira colocada na eleição presidencial de 2010, aparece com 10 por cento das intenções. Brancos e nulos somaram 23 por cento.

Na segunda-feira, Campos anunciou sua pré-candidatura à Presidência da República pelo PSB, oficializando Marina Silva como pré-candidata a vice-presidente.

A pesquisa Ibope entrevistou 2002 pessoas em 140 municípios entre os dias 10 e 14 deste mês. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Mais conteúdo sobre:
POLITICA PESQUISA IBOPE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.