Dilma defende combinação de austeridade e crescimento para vencer crise

A presidente Dilma Rousseff defendeu nesta terça-feira a combinação de medidas de austeridade e de incentivo ao crescimento econômico como receita para superar a atual crise econômica global.

Reuters

11 Dezembro 2012 | 13h18

Em discurso durante visita a Paris, a presidente disse que a responsabilidade fiscal é tão necessária como são imprescindíveis medidas de estímulo à expansão econômica.

(Por Eduardo Simões, em São Paulo)

Mais conteúdo sobre:
POLITIOCA DILMA FRANCA CRESCIMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.