Dilma diz que 2013 é ano fundamental para reformas no FMI

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira, na reunião de cúpula dos Brics em Durban, na África do Sul, que 2013 é fundamental para fazer reformas no Fundo Monetário Internacional (FMI) para ampliar a presença dos países em desenvolvimento, como Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul.

Reuters

27 de março de 2013 | 09h07

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)

Tudo o que sabemos sobre:
BRICSDILMAFMIREFORMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.