Dilma diz que apoio do PSB a Aécio é 'posição legítima da democracia'

Dilma diz que apoio do PSB a Aécio é 'posição legítima da democracia'

Marina deve anunciar sua posição pessoal sobre o segundo turno na quinta-feira.

REUTERS

08 de outubro de 2014 | 19h37

A presidente Dilma Rousseff, que tenta a reeleição pelo PT, disse nesta quarta-feira, em João Pessoa, que a decisão do PSB de apoiar o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, é uma "posição legítima da democracia".

O PSB disputou o primeiro turno da eleição presidencial tendo como candidata Marina Silva, que ficou em terceiro lugar na disputa. Nesta tarde, em Brasília, o partido decidiu apoiar Aécio agora. Marina deve anunciar sua posição pessoal sobre o segundo turno na quinta-feira.

Para Dilma, também é legítimo o candidato do PSB ao governo da Paraíba, Ricardo Coutinho, apoiá-la, já que ele enfrenta no segundo turno Cássio Cunha Lima, do PSDB.

(Por Vinicius Cherobino)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.