Dilma diz que Brasil manterá estabilidade econômica e defende coalizão

A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira que o Brasil seguirá na trajetória de estabilidade econômica e controle da inflação, com crescimento econômico.

Reuters

25 de março de 2013 | 13h32

Em cerimônia de inauguração de obras de combate à seca na cidade pernambucana de Serra Talhada, ao lado do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), Dilma defendeu ainda a necessidade de uma coalizão de forças políticas para governar um país "da complexidade" do Brasil.

(Por Eduardo Simões, em São Paulo)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICADILMAESTABILIDADECOALIZAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.