Dilma diz que Campos poderia ter galgado postos mais altos do país

A presidente Dilma Rousseff disse que o candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, morto nesta quarta-feira, era uma "jovem liderança" e que poderia ter galgado os mais altos postos do país.

REUTERS

13 Agosto 2014 | 17h13

Em pronunciamento no Palácio do Planalto, a presidente disse que o Brasil vive um momento de "pesar" e "tristeza" e que o país está de luto e sentido.

(Reportagem de Luciana Otoni)

Mais conteúdo sobre:
POLITICA DILMA MORTE CAMPOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.