Helvio Romero/Estadão
Helvio Romero/Estadão

Dilma diz que Copa e Olimpíada serão plataforma para crescimento do País

Segundo presidente, Brasil realizará 'uma das melhores Copas que o mundo conheceu'

Reuters

21 Dezembro 2012 | 18h03

A presidente Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira (21) que os eventos esportivos que serão realizados no Brasil nos próximos anos servirão de plataforma para o crescimento econômico do País.

Dilma reinaugurou o Mineirão, em Belo Horizonte, estádio que será usado na Copa do Mundo de 2014 e na Copa das Confederações no ano que vem, e afirmou que o Brasil realizará "uma das melhores Copas que o mundo conheceu".

"Temos também condições de mostrar que esse País... sabe, além de receber bem, transformar esses eventos numa plataforma para que nós tenhamos o crescimento sistemático que queremos, distribuindo renda e assegurando maior competitividade para a nossa indústria e para a nossa economia", afirmou Dilma na cerimônia.

Além dos dois torneios de futebol, o Brasil sediará também os Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro.

Dilma, que é mineira, relembrou o estádio, onde disse ter "conhecido o futebol". "Ao ver o Mineirão da minha juventude. Eu estava calculando há quantos anos atrás eu sentei pela primeira vez numa cadeira aqui nesse estádio. E o tempo é muito longo, foi 50 atrás", disse.

O Mineirão e o Castelão, em Fortaleza, foram os únicos estádios das seis cidades-sede da Copa das Confederações, que serve como evento-teste para o Mundial, a concluírem as obras em dezembro de 2012, o prazo inicial estabelecido pela Fifa.

A Fifa abriu exceções para as outras sedes da Copa das Confederações - Brasília, Recife, Rio de Janeiro e Salvador - entregarem seus estádios até abril do ano que vem.

(Por Hugo Bachega, em Brasília)

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.