Dilma diz que distorções do setor elétrico serão revisitadas após eleições

A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, afirmou nesta sexta-feira que é uma "temeridade" afirmar que as empresas do setor elétrico estão quebradas e que, passado o processo eleitoral, será feita uma análise do setor.

REUTERS

12 Setembro 2014 | 12h01

"Nós vamos depois, passada a eleição, revisitar tudo isso e ver de fato o que aconteceu, porque tem muita distorção nesse processo, muita especulação", afirmou Dilma durante sabatina do jornal O Globo, ao ser perguntada como resolveria o "nó no setor elétrico" criado durante seu governo.

"Mas o correto é o seguinte: eu não considero, acho uma temeridade falar que o setor elétrico, as empresas estão quebradas", afirmou Dilma a jornalista nos Palácio da Alvorada, em Brasília.

(Por Eduardo Simões)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.