Dilma diz que é BC quem pode falar sobre programa de swap cambial

Dilma diz que é BC quem pode falar sobre programa de swap cambial

Declaração foi dada após Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central e cotado pela campanha tucana para ser ministro da Fazenda, declarar que eleição de Aécio representaria fim da intervenção no mercado do câmbio.

REUTERS

20 de outubro de 2014 | 18h46

A presidente Dilma Rousseff, que tenta a reeleição pelo PT, não quis nesta segunda-feira falar sobre o programa de swaps cambiais, dizendo que cabe ao Banco Central tratar desse assunto.

O comentário de Dilma ocorreu depois de jornalistas mencionarem declaração à Reuters do ex-presidente do BC Armínio Fraga de que a eleição de Aécio Neves (PSDB) representaria o fim da intervenção diária no mercado de câmbio. Fraga foi anunciado por Aécio como seu futuro ministro da Fazenda caso seja eleito.

Perguntada se haveria mudanças na política de swap cambial, a presidente disse que não comenta sobre o programa nem sobre política monetária, por serem responsabilidades do BC.

(Reportagem de Tatiana Ramil)

Mais conteúdo sobre:
ELEICOES2014DILMASWAPS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.