Dilma diz ver 'surto de investimentos' em etanol

A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira que acredita numa nova onda de investimentos em etanol, melhorando a competitividade do setor.

Reuters

19 de novembro de 2012 | 16h20

"Eu acredito que nós vamos ter uma retomada de um surto novo de investimentos na área de etanol, porque vai amadurecer e vai melhorar a competitividade", disse Dilma ao participar de abertura de um seminário em Madri, na Espanha.

"(O surto de investimentos) vai renovar dentro do Brasil essa competitividade, que vai melhorar a relação de preço etanol-gasolina", disse ela, citando o elevado valor do etanol.

As usinas brasileiras reclamam que os custos de produção do combustível à base de cana tornam o setor pouco competitivo em relação à gasolina, cujos preços não têm sofrido reajuste nas bombas.

A presidente não deu detalhes sobre os motivos que podem provocar a retomada dos investimentos. Disse apenas que a destinação de recursos federais para o setor agrícola é de cerca de 170 bilhões de reais, em parte reservados à renovação dos canaviais.

(Por Hugo Bachega, em Brasília)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICADILMACOMMODS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.