Dilma elogia compromisso de papa com pobres antes de audiência na 4ª

A presidente Dilma Rousseff elogiou nesta terça-feira o "compromisso com os pobres" do papa Francisco e disse que falará com ele, em audiência marcada para a quarta-feira, sobre a Jornada Mundial da Juventude, evento da Igreja Católica que será realizado no Brasil em julho.

Reuters

19 de março de 2013 | 16h15

Dilma participou da missa que deu posse ao cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio como agora papa Francisco, e elogiou o sermão feito por ele aos presentes, entre os quais vários chefes de Estado.

"Acho que o papa fez um sermão bastante interessante, porque ele afirmou, eu acho, um grande compromisso com os pobres. Eu acho que se espera de um papa, de um representante de uma religião como a religião católica, esse compromisso com os mais frágeis", disse Dilma a jornalistas após a cerimônia.

A presidente tem tratado a redução da pobreza como uma das principais bandeiras de seu governo e, no ano que antecede a eleição presidencial de 2014, tem lembrado em praticamente todos os discursos que o governo federal zerou o cadastro da pobreza extrema. Ela também tem pedido ajuda dos governos estaduais e municipais na busca pelos pobres extremos que estão fora dos cadastros oficiais.

Dilma deve se reunir na quarta com o papa Francisco, o primeiro pontífice latino-americano da história, e disse aos jornalistas que o evento de julho no Rio de Janeiro deve ser o principal tema em pauta. A Jornada Mundial da Juventude deve marcar a primeira viagem ao exterior do novo pontífice.

"(A Jornada ) vai atrair para o Brasil uma multidão de jovens católicos, que serão muito bem recebidos, como a gente sempre faz. E esse eu acho que vai ser o tema central do meu encontro com o papa."

(Por Eduardo Simões, em São Paulo)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICADILMAMISSA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.