Dilma está 'obstinada' com questão da competitividade, diz ministra

A presidente Dilma Rousseff está focada em aumentar a competitividade do país e tem adotado medidas com esse objetivo, afirmou nesta terça-feira a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, em evento da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Reuters

23 de abril de 2013 | 16h33

A ministra acrescentou que entre essas medidas estão a redução do custo da energia elétrica, além de programas de investimentos em infraestrutra e outras ações "para que os juros pudessem baixar a taxas históricas".

"A presidenta está obstinada com a questão da competitividade e isso já está demonstrado de forma clara", disse Ideli.

Também presente no evento, o presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que pretende agilizar a tramitação de temas que contribuam para o desenvolvimento da indústria.

Renan demonstrou ainda a disposição de promover a discussão, no Congresso, de temas como a regulamentação do Sistema Financeiro Nacional e as atribuições do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

"Como determina a Constituição Federal, vamos regulamentar o Sistema Financeiro Nacional", afirmou o presidente do Congresso em discurso a parlamentares e empresários.

"E por que não discutir definitivamente se o Cade pode atuar na defesa de concorrência do setor bancário?", questionou.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICAIDELIOBSTINADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.