Dilma garante recursos para ajudar em tragédia no RS

A presidente Dilma Rousseff afirmou neste domingo, em coletiva concedida em território chileno, que o governo irá mobilizar todos os recursos necessários para ajudar na tragédia que matou pelo menos 245 pessoas no município gaúcho de Santa Maria. Emocionada, a presidente enviou um recado ao povo brasileiro e, principalmente, à população de Santa Maria: "Estamos juntos e, necessariamente, vamos superar este momento", afirmou Dilma com voz embargada.

ANDRÉ MAGNABOSCO, Agência Estado

27 de janeiro de 2013 | 11h46

O incêndio que atingiu a boate Kiss, no centro da cidade, fez Dilma Rousseff antecipar o retorno do Chile. Antes de viajar ao Brasil, porém, a presidente comentou o ocorrido. "É uma tragédia para todos nós", disse. "A prioridade é recuperar os corpos e ajudar os feridos", complementou Dilma. O incidente obrigou a presidente a cancelar reuniões previstas para ocorrer em Santiago, na capital do Chile.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.