Dilma irá ao Vaticano para primeira missa do papa Francisco

A presidente Dilma Rousseff aceitou convite do Vaticano e vai participar da primeira missa a ser celebrada pelo papa Francisco, na próxima semana, informou o porta-voz da Presidência da República, Thomas Traumann, nesta quinta-feira.

Reuters

14 de março de 2013 | 13h47

O cardeal argentino Jorge Bergoglio foi escolhido papa na quarta-feira no segundo dia do conclave, tornando-se o primeiro líder da Igreja oriundo das Américas, onde vive quase metade dos cerca de 1,2 bilhão de católicos do mundo.

A missa inaugural do papa, com a presença de chefes de Estado, será realizada na terça-feira.

Após a escolha do papa, Dilma emitiu nota oficial em que felicitou Francisco em nome do povo brasileiro e disse que espera a vinda do pontífice ao Brasil para a Jornada Mundial da Juventude, em julho.

(Texto de Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro; Edição de Alexandre Caverni)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICADILMAMISSAPRIMEIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.