Dilma lança programa de alfabetização

A presidente Dilma Rousseff lança hoje o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, que visa a alfabetizar as crianças de até 8 anos. Com isso, espera-se cumprir a quinta meta do Plano Nacional de Educação (PNE), segundo a qual meninos e meninas nessa faixa etária devem ser capazes de ler e escrever com autonomia até 2020. Hoje, 15,2% da população com esse perfil ainda precisa ser alfabetizada.

DÉBORA ÁLVARES / BRASÍLIA , O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2012 | 02h05

Espera-se a participação de 5,3 mil municípios, que receberão recursos e apoio técnico do Ministério da Educação (MEC) a partir da adesão. O pacto prevê alfabetização e matemática, a realização de avaliações anuais - o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) aplicará a prova ao final do 3.º ano do ensino fundamental - e o apoio gerencial aos entes federados que aderirem ao programa.

O MEC prevê um conjunto integrado de programas, materiais e referências curriculares e pedagógicas. O eixo principal é investir na formação dos alfabetizadores, por meio de bolsas a serem concedidas aos orientadores de estudo e docentes, além de utilizar programas como o Nacional do Livro Didático (PNLD) e o Nacional Biblioteca na Escola (PNBE).

O MEC não adiantou como está a implementação do programa. Na segunda-feira, o ministro Aloizio Mercadante disse que a alfabetização na idade certa será "a prioridade das prioridades".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.