Dilma:crise deve ser enfrentada com crescimento e solidez fiscal

A presidente Dilma Rousseff reiterou nesta quarta-feira que a atual crise econômica internacional deve ser enfrentada com crescimento econômico e solidez fiscal.

REUTERS

23 de novembro de 2011 | 18h58

Em evento de comemoração dos 60 anos da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Dilma disse que o Brasil tem todos os instrumentos para enfrentar a piora da crise europeia, incluindo espaço para ajustar sua política monetária.

Para Dilma, a crise é uma oportunidade para o país melhorar sua produtividade.

(Reportagem de Jeferson Ribeiro; texto de Alexandre Caverni)

Tudo o que sabemos sobre:
MACRODILMACRISE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.