Direção de CDP de Guarulhos negocia com presos

A diretoria do Centro de Detenção Provisória I, de Guarulhos, na Grande São Paulo, está negociando com os detentos amotinados, após uma tentativa de fuga frustrada no começo da tarde deste domingo,segundo informações de funcionários do CDP. Visitantes e funcionários do presídio estão sendo mantidos reféns, segundo os funcionários. De acordo com a Polícia Militar, no início da tarde, cinco homens aproveitaram a entrada dos visitantes para invadir o presídio, para tentar resgatar presos do local.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

30 Agosto 2009 | 13h43

Informações iniciais dão conta de que, pelos menos, três suspeitos ainda permanecem dentro da penitenciária. O local tem capacidade de 768 detentos e abriga 1.927, segundo a Secretaria de Administração penitenciária.

Mais conteúdo sobre:
fugapresos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.