Direito-GV inclui Seu Jorge no vestibular

Karl Marx deve ter se revirado no túmulo quando foram anunciadas, ontem, as mudanças no vestibular da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo. É que seu Manifesto do Partido Comunista está ao lado da música "Burguesinha", de Seu Jorge, como duas obras de conhecimento obrigatório dos candidatos. Para a próxima edição do exame, os estudantes vão precisar "estudar" dez canções e relacioná-las a temas da atualidade, na nova prova de artes e questões contemporâneas.

CARLOS LORDELO, Agência Estado

11 Maio 2012 | 07h57

"Queremos alunos capazes de articular a realidade social à produção cultural", explica Adriana Ancona de Faria, uma das responsáveis pelo processo seletivo. A banca também mudou o cálculo da nota final, atribuindo mais peso à prova de português e diminuindo a importância da redação e do exame oral.

Agora, na primeira fase, o candidato fará questões dissertativas de língua portuguesa, língua inglesa, história, geografia, raciocínio lógico-matemático e artes e questões contemporâneas (e não mais artes visuais e literatura). A prova da segunda etapa é oral. As inscrições começam em 9 de julho e vão até 15 de outubro, no site fgv.br/processoseletivo. Serão oferecidas 50 vagas. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Mais conteúdo sobre:
educaçãovestibularGV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.