Direto da fonte

"Mala educación" na Educação?

Sonia Racy, O Estadao de S.Paulo

26 de novembro de 2009 | 00h00

Chega à Justiça ação do Ministério Público Estadual acusando a ex-secretária de Educação Maria Aparecida Perez de superfaturamento. O contrato de R$ 21,8 milhões, assinado com a FGV para a criação do Portal Educação, segundo o promotor Saad Mazloum, deveria ter custado bem menos.

Ele calcula R$ 4,9 milhões. Uma diferença de 330%.

"Educación" 2

Além disso, a promotoria questiona a contratação, pela FGV, de outra empresa para fazer o serviço.

A fundação foi escolhida sem licitação por ser instituição sem fins lucrativos. E não poderia, segundo o MPE, terceirizar o trabalho.

"Educación" 3

O MPE quer, entre outras, que a FGV devolva R$ 3,9 milhões dos R$ 6,5 milhões já pagos à fundação.

Procuradas, as rés Maria Aparecida Perez, secretária de Educação na gestão Marta, e a FGV, dizem não terem sido notificadas.

Lula, cidadão

Lula já decidiu o que fazer depois das eleições. No primeiro semestre de 2011, viaja pelo mundo catando os 44 títulos de "doutor Honoris causa" que recebeu em seus mandatos.

Depois, segundo fonte próxima ao presidente, quer viajar pelo interior do Brasil. Pobre sucessor...

Sem Papai Noel

Suzane von Richthofen vai ter que passar o Natal atrás das grades.

Depois que a Justiça negou pedido de transferência ao regime semiaberto - para cear em casa -, ela perdeu o direito de pedir indulto.

Trocando idéias

Silvana Tinelli, Fernando Grostein Andrade e Fernando Menocci recebem hoje FHC para um jantar-debate. Em pauta o documentário "Rompendo o Silêncio", que reúne amigos e formadores de opinião.

O roteiro revela a trajetória de FHC em busca de nova política global de drogas, capaz de reduzir o dano causado de uma forma mais humana e eficiente.

Martelo batido

Surpresa total. Está decidido que a prova Indy Brasil vai acontecer nas ruas de São Paulo.

Cacife alto

Com Ciro Gomes bem nas pesquisas, o PSB engrossa a voz. Renato Casagrande discute o caso com diretórios estaduais, hoje no Recife.

O que querem? Que o partido receba do PT a mesma atenção dada ao PMDB.

A noite do debate que não houve

Nascido na ditadura, forjado em lutas pela liberdade, o Cebrap festejou seus 40 anos, anteontem, com um não-debate sobre o País. Muita gente foi ao Sesc Vila Mariana - onde foi lançado o livro-e-DVD Retrato de Grupo - imaginando que veria um bom fogo amigo entre os dois velhos companheiros do centro, FHC e Chico de Oliveira.

Sem chance. Os mais de 500 presentes tiveram de contentar-se com depoimentos isolados, que ignoraram o presente e do futuro do Brasil. Os tucanos brindaram o auditório com o estilo zas-trás. FHC chegou pelos lados, em cima da hora, deu seu depoimento e sumiu. E Serra já foi avisando que não poderia ficar.

Por sorte, os dois não-debatedores estavam em forma. Foram fundo em episódios como a "visita" obrigatória que fizeram - encapuzados - à Oban, o centro de tortura da ditadura. "Dentro do capuz, pensei: que idiota sou. Podia estar dando aulas lá fora", recordou FHC. Chico deixou o rigor analítico em casa e fez todo mundo rir com tiradas do tipo "mais conservador do que Tancredo nem a Nossa Senhora de Guadalupe".

Curiosidades da noite: a questão da luta armada os aproximou e o pacificador Ulysses Guimarães os desuniu. "Eu era mais covarde", arriscou Chico sobre confrontar o regime. "Não, você tinha mais antevisão", ponderou o ex-presidente. E Ulysses, destratado por Chico - "todos dormiam quando ele discursava" - foi resgatado por FHC: "Ele era homem de coragem. Chamou os militares de patetas. Hoje se pode chamar qualquer um de pateta e tudo bem."

GABRIEL MANZANO FILHO

Na Frente

Ana Paula Junqueira recebe convidados hoje em torno de Marina Silva.

Adriane Galisteu comanda, segunda, almoço em prol do Hospital Emílio Ribas. Quem quiser almoçar com a loira pagará R$ 1 mil, no restaurante Bela Cintra.

Eliana Tranchesi ficou feliz, anteontem. Entre caixas de presentes pelo seu aniversário, recebeu um mimo especial: carta de mais de dois metros com mensagens de carinho assinada pelas funcionárias da Daslu.

Antonio Lavareda lança hoje seu livro Emoções Ocultas e Estratégias Eleitorais. Na Cultura do Conjunto Nacional.

O Albert Einstein foi apontado como o melhor da América Latina em pesquisa da America Economia Intelligence.

José Eduardo Agualusa debate o livro Barroco Tropical com participação de Mia Couto. Hoje, no Sesc Vila Mariana.

Coleção com a pedra mais preciosa do mundo, a turmalina-paraíba, será exposta, a partir de hoje, na H. Stern do Shopping Morumbi. Acreditem: a gema chega a ser dez vezes mais escassa que o diamante.

Jorge Ben Jor entrou para golfista. Torna-se, sábado, sócio honorário da Associação Brasileira de Golf Sênior, em festa no Iberostar, na Bahia.

Hoje é dia de Thanksgiving e, portanto, o mercado financeiro americano não funciona. Isso significa feriado no mundo.

Direto da fonte

Colaboração

Gabriel Manzano Filho gabriel.manzanofilho@grupoestado.com.br

Pedro Venceslau pedro.venceslau@grupoestado.com.br

Marilia Neustein marilia.neustein@grupoestado.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.