Diretor de presídio é encontrado morto em Minas Gerais

O diretor do Presídio de Lagoa Santa (MG), Diovane Cardoso Ribeiro, de 31 anos, foi encontrado morto nesta tarde dentro de um carro numa estrada de terra em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte.

EDUARDO KATTAH, Agência Estado

09 de junho de 2010 | 19h43

Segundo a Polícia Militar, o veículo foi localizado por volta das 15h, com os vidros fechados e com uma marca de tiro na janela do motorista. O corpo de Ribeiro foi encontrado com um revólver em uma das mãos. Ele morreu atingido por um tiro na cabeça.

O diretor do presídio estava desaparecido desde o fim da tarde de ontem, quando deixou o trabalho em direção ao campus da Pontifícia Universidade Católica (PUC) no bairro Dom Cabral, na capital mineira, onde estudava.

Tudo o que sabemos sobre:
MGdiretorpresídiomorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.