Diretoria da USP Leste continua ocupada por alunos

Um grupo de alunos continua ocupando a diretoria da USP Leste na manhã desta quinta-feira, 03, em apoio à greve geral da Universidade. Eles pedem o afastamento do vice-diretor e diretor interino da Escola de Artes, Ciência e Humanidades (EACH), Edson Leite, e a regularização ambiental da unidade. Os estudantes aguardam uma reunião entre o reitor, João Grandino Rodas, e o diretor da EACH, que está prevista para as 16h, a fim de discutir a desocupação do prédio.

AE, Agência Estado

03 Outubro 2013 | 10h18

Alunos, professores e funcionários da USP Leste estão em greve desde o dia 10 de setembro, quando a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) publicou um laudo confirmando a poluição do solo onde está instalado a unidade. A Cetesb deu o limite até esta quinta-feira, 03, para que a USP se ajustasse às exigências da agência ambiental.

O Diretório Acadêmico (DCE) da USP convocou para as 18h desta quinta uma assembleia geral para decidir os rumos da greve e da ocupação. O prédio da antiga Reitoria foi ocupado na tarde desta terça-feira, 01, depois de o Conselho Universitário, instância máxima da instituição, não atender às mudanças pedidas pelo corpo discente para a escolha do reitor, como a eleição direta.

Mais conteúdo sobre:
USP Lesteocupaçãogreveeach

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.