Discovery liga-se com sucesso à Estação Espacial Internacional

O ônibus espacial Discovery ligou-se com sucesso à Estação Espacial Internacional (ISS) nesta quinta-feira, levando para a base orbital um novo tripulante - um astronauta alemão. Com isso, pela primeira vez desde 2003 a ISS volta ater uma tripulação de três. Os jatos do Ônibus espacial desativaram-se e a Estação Espacial ligou-se automaticamente ao Discovery, enquanto as duas estruturas voavam a 28.200 km/h, a uma altitude de 350 km.Assim que a escotilha for aberta, o astronauta alemão Thomas Reiter ocupará uma vaga na nave russa Soyuz que se encontra ligada à ISS, completando sua transferência para a nova tripulação.Uma hora antes do atracamento, o comandante do Discovery, Steve Lindsey, manobrou manualmente o ônibus espacial para fazê-lo girar, de forma que a tripulação da ISS pudesse fotografar a "barriga" da nave e procurar danos. Esta é a segunda vez na história em que um ônibus espacial realiza esse tipo de manobra antes de se ligar à ISS. As imagens digitais seriam transmitidas para a Terra, onde controladores da missão e engenheiros irão estudá-las. Uma inspeção realizada na quarta-feira, com câmeras presas a um braço mecânico do Discovery, não encontraram avarias sérias.A cambalhota espacial do Discovery foi realizada pela primeira vez em 2005, a primeira missão de um ônibus espacial desde o desastre do Columbia, em 2003. A desintegração do Columbia foi causada por um dano no revestimento da nave, provocado pelo impacto de um pedaço de espuma que se soltou do tanque externo de combustível, durante a decolagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.