Distrito Federal fará operação pente-fino em bares e boates

Governo do DF determinou a fiscalização dos estabelecimentos noturnos da capital; 'ideia é fechar todo estabelecimento sem alvará', disse porta-voz

Vannildo Mendes, de O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2013 | 19h33

BRASÍLIA - O governo do Distrito Federal determinou uma operação pente-fino em bares, boates e estabelecimentos noturnos de grande concentração na capital do País para verificar as condições de segurança e a documentação de funcionamento, sobretudo alvará. "A ideia é fechar todo estabelecimento sem alvará, ou com irregularidade que comprometa a segurança dos frequentadores, como falta de saída de emergência, extintor e equipamentos contra incêndio", explicou o porta-voz do governo, Ugo Braga.

A operação, segundo ele, estava sendo programada para o segundo trimestre deste ano, mas foi antecipada por ordem do governador Agnelo Queiroz (PT) em decorrência do incêndio que resultou na morte de mais de 200 pessoas na madrugada de domingo (27), em Santa Maria (RS). As ações serão realizadas a partir do próximo fim de semana pela Agência de Fiscalização (Agefis), em parceria com o Corpo de Bombeiros e com apoio das polícias Militar e Civil.

Segundo a Agefis, a situação em geral é preocupante na cidade. Em 2012, num primeiro grande levantamento junto aos estabelecimentos do gênero, 250 casas foram fechadas e seus proprietários instados a corrigir os problemas encontrados para poderem requerer a reabertura. Todos eles receberam multas de R$ 500 a R$ 10 mil. Outros 650 casas, com alvará vencido ou problemas menos graves, foram notificadas e também tiveram prazo para regularizar a situação. Os locais com maior concentração de problemas são o Plano Piloto e as cidades satélites de Taguatinga e Gama.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.