Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Do dry ao dirty, muitas versões do Martini

Você vai querer começar com dry martíni. Está certo. Depois, passe para um bohemian martíni. Continue com um gibson martíni, vá para o personal martíni, prove o dirty martíni. Não esqueça o pink gim martíni, do fifty-fifty e o inverso martíni - aqui quem "lava" o gelo é o gim. Quando der fome, peça um salad martíni, que vem com quatro tipos de guarnição (alcaparra, cebolinha, azeitona preta e verde).

Cíntia Bertolino,

17 de junho de 2010 | 14h34

 

 

Melona-tíni. Esta versão leve e refrescante leva licor de pêssego e purê de melão orange com uva rubi

 

Você não vai conseguir tomar todos eles no mesmo dia, e é aí que está a graça. Vai ter vontade de voltar até ter provado todos os martínis do novo cardápio de drinques do SubAstor, elaborado pelo mixologista Márcio Silva para comemorar o primeiro aniversário do bar. O cardápio só entra em cartaz no fim deste mês.

 

"O novo cardápio resgata a história do dry martíni através das diferentes apresentações que o drinque recebeu ao longo dos anos", diz o mixologista.

 

Como parte dos festejos de aniversário, o bar inaugura o clube Tanqueray: quem quiser pode comprar uma garrafa do gim (que rende dez coquetéis) e deixá-la guardada caso sobrem algumas gotas.

 

No menu também há espaço para versões mais amenas e adocicadas do drinque, como o jovial melona-tíni (aí ao lado) e o pineapple express, mistura de vodca, licor de pêssego e purê de abacaxi.

 

O afamado "rei dos coquetéis" não tem data, local de nascimento e paternidade precisas. Sabe-se que ele surgiu lá pelos anos 1862-76 e especula-se que seja descendente de um outro drinque: o martínez, esse um parente mais doce, com cereja no lugar da azeitona.

 

Enquanto o novo cardápio não entra em cartaz, você pode ir preparando em casa o clássico dry martíni: primeiro, encha uma taça de martíni com gelo (para resfriar). Despeje 5 ml de vermute Noilly Prat numa coqueteleira com gelo e mexa bem, é o gelo que libera os aromas. Jogue fora o vermute, ponha 75 ml de gim e agite. Coe a bebida, vertendo na taça, sem o gelo. Aperte ligeiramente uma casca de limão siciliano sobre a taça só para dar um perfume. Não esqueça a azeitona no palito.

 

 

ONDE FICA

 

SubAstor

R. Delfina, 163,

Vila Madalena, 3815-1364.

2ª, 20h/1h. 3ª a 5ª até as 3h. 6ª e sáb. até as 4h

Tudo o que sabemos sobre:
dry mart&iacutenicoquetelPaladar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.