Do Matsubara, no Paraná, para o mundo

Com raízes totalmente japonesas, time se orgulha de descobrir e formar talentos

Amanda Romanelli,

12 de abril de 2008 | 21h08

Um time com raízes totalmente japonesas nasceu no interior do Paraná e se dedica, principalmente, à formação de novos jogadores. "Não há um clube grande no Brasil que não tenha tido um jogador que começou no Matsubara" é uma espécie de slogan da equipe fundada em 1974, na cidade de Cambará, no norte paranaense, a 412 quilômetros da capital, Curitiba. Leia também:Futsal movido a dekasseguiZico e Rui Ramos: alegria nos gramados japoneses Idealizado pelo empresário Sueo Matsubara, hoje presidente da agremiação, o time chegou a disputar por vários anos a divisão principal do Campeonato Paranaense. Mas considera sua principal contribuição para o futebol a idéia de criar, em 1976, o Campeonato Estadual de Juniores. O Matsubara se tornou um colecionador de títulos – foi nove vezes campeão no período de 1977 a 1988. Além de desenvolver de talentos – o último foi Nilmar, que jogou no Corinthians –, a equipe tem se especializado em exportar atletas. Apesar de lembrar que, pela origem nipônica, tem facilidade de enviar atletas para o mercado japonês, encontrou no Vietnã um bom lugar para fazer negócios. Nos últimos dois anos, 17 atletas deixaram Cambará rumo ao longínquo país do sudeste asiático.

Tudo o que sabemos sobre:
Imigração japonesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.