Do Piauí para Londres: Judoca Sarah Menezes busca medalha olímpica

Atleta brasileira rompe barreiras contra a prática do esporte por meninas em seu Estado.

Júlia Dias Carneiro, BBC

18 Abril 2012 | 14h51

Quando a piauiense Sarah Menezes descobriu o judô, aos 9 anos, teve que fazer as primeiras aulas escondida dos pais.

Hoje, é uma das promessas brasileiras para a Olimpíada de Londres e inspira outras meninas de sua cidade natal, Teresina, a praticar o esporte, tendo ajudado a quebrar o preconceito de "esporte de menino".

Sarah tem 21 anos e embarca em julho para sua segunda Olimpíada, após a estreia em Pequim. Neste ano, ela ganhou a medalha de prata no Grand Slam de Paris e vem conseguindo se manter em terceiro lugar no ranking para sua categoria (até 48kg).

Na Olimpíada de Pequim, Sarah tinha apenas 17 anos e perdeu na primeira luta. Ela hoje se considera mais madura para os Jogos de Londres, mas diz que a luta maior a vencer é a psicológica.

O judô é o segundo esporte olímpico com melhores resultados para o Brasil, tendo conquistado 15 medalhas até hoje, atrás apenas da vela, com 16. O judô feminino só disputa medalhas olímpicas desde 1992, e ganhou sua primeira medalha em Pequim, com o bronze de Kathleen Quadros. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.