Documentário mostra reação de Bergoglio

"Sou um grande pecador. Confiando na misericórdia e na paciência de Deus, no sofrimento, aceito." Foi com essas palavras que o cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio respondeu ao cardeal Giovanni Basttista Re, na tarde do dia 13, que aceitava ser o sucessor de Bento XVI.

JOSÉ MARIA MAYRINK, O Estado de S.Paulo

28 de março de 2013 | 02h05

A revelação sobre a reação de Bergoglio - um segredo do conclave - foi feita pelo cardeal Angelo Comestri, arcipreste da Basílica de São Pedro, com autorização do papa Francisco.

A reação do pontífice está em um vídeo de 50 minutos, feito pelo Centro Televisivo Vaticano, sobre a renúncia de Bento XVI e a eleição de Francisco, que será divulgado na terça-feira. O documentário Francisco, exibido ontem na Sala de Imprensa da Santa Sé, apresenta entrevistas de Comastri e de mais três cardeais - o hondurenho Oscar Rodriguez Maradiaga, o decano Angelo Sodano e o presidente do Pontifício Conselho para a Cultura, Gianfranco Ravasi.

Em sua primeira audiência geral das quartas-feiras, o papa dedicou ontem sua catequese à Semana Santa. Hoje, Francisco presidirá a Missa do Crisma, às 9h20 (5h20 no Brasil) na Basílica de São Pedro. À tarde, celebrará a Missa da Ceia do Senhor, com a cerimônia do Lava-Pés no Instituto Penal para Menores, em Casal Del Marmo, na periferia de Roma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.