Dois morrem após tiroteio em boate

Duas pessoas morreram e dez ficaram feridas depois de um tiroteio numa boate, em Campo Grande, zona oeste do Rio. Mário Sérgio de Oliveira mexeu com a mulher do ex-PM Lúcio de Araújo, suposto integrante de milícia da região. Oliveira foi agredido e ligou para o padrasto, PM reformado, que chegou armado. Os dois morreram.

, O Estadao de S.Paulo

25 de janeiro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.