Dois norte-americanos são libertados da Coreia do Norte e retornam para os EUA

Ambos foram presos e condenados a trabalhos forçados no país, negociação entre diretor da inteligência internacional e autoridades norte-coreanas levou à soltura deles

REUTERS

08 Novembro 2014 | 13h38

Os cidadãos norte-americanos Kenneth Bae e Matthew Todd Miller foram libertados da prisão pelo governo norte-coreano e estão voltando para os Estados Unidos, disse governo dos EUA neste sábado.

Bae e Miller estavam sendo acompanhados por James Clapper, diretor da inteligência nacional, disse seu escritório.

Bae, um missionário, foi preso na Coreia do Norte em novembro de 2012 e condenado a 15 anos de trabalhos forçados por crimes contra o Estado. Miller, que teria sido julgado em uma acusação de espionagem, estava sob custódia desde abril deste ano e foi condenado a seis anos de trabalhos forçados.

"Somos gratos ao diretor da inteligência nacional Clapper, que se envolveu em nome dos EUA em discussões com autoridades da República Democrática Popular da Coreia sobre a libertação de dois cidadãos", disse o Departamento de Estado dos EUA em comunicado.

"Também queremos agradecer nossos parceiros internacionais, especialmente o governo da Suécia, por seus esforços incansáveis para ajudar a garantir a liberdade dos senhores Bae e Miller".

(Por Bill Trott)

Mais conteúdo sobre:
COREIA EUA AMERICANOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.