Dois rebocadores naufragam na Baía de Guanabara

Dois acidentes envolvendo rebocadores, barcos utilizados para auxiliar na realização de manobras de embarcações, foram registrados na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, na manhã deste sábado.

HELOISA ARUTH STURM, Agência Estado

09 de junho de 2012 | 16h08

O primeiro acidente ocorreu por volta das 7h30, quando o rebocador da empresa Saga naufragou enquanto apoiava um navio que estava atracando para reparos em um dos estaleiros próximos à Ilha de Mocanguê. O segundo naufrágio ocorreu próximo a uma plataforma petrolífera, perto da ponte Rio-Niterói, cerca de uma hora depois, no momento em que o rebocador da empresa Camorim apoiava uma balsa-guindaste que se encontra ancorada na baía.

Inspetores navais da Capitania dos Portos do Rio de Janeiro (CPRJ) foram enviados aos locais dos acidentes e constataram que não houve vítimas ou vazamento de óleo. De acordo com a CPRJ, um inquérito administrativo foi instaurado para apurar as causas dos dois acidentes, e deve ser concluído em até 90 dias.

Tudo o que sabemos sobre:
navioacidentesCPRJSagaCamorim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.