Dois suspeitos de integrar milícia são presos no Rio

Uma dupla suspeita de exigir de comerciantes de gás R$ 185 a cada dez dias para que o produto fosse vendido em Sepetiba foi presa hoje no Rio de Janeiro por policiais da 36.ª Delegacia de Polícia, em Santa Cruz.

CAROLINA SPILLARI, Agência Estado

17 de junho de 2011 | 18h55

Marcos Antonio de Carvalho Lima, de 41 anos, e o ex-policial militar Mauro Ferreira e Silva, de 31, foram presos nas suas casas, nos bairros Areia Branca e Santa Cruz. Eles responderão por extorsão e formação de quadrilha.

Também foram expedidos mandados de busca e apreensão, mas nada foi encontrado. Na casa da ex-esposa de Mauro foi apreendida uma farda da Polícia Militar (PM).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.