Dólar sobe 0,28% acompanhando exterior e refletindo cautela

O dólar encerrou em alta ante o real nesta terça-feira, acompanhando a valorização da moeda norte-americana no exterior após indicadores econômicos melhores nos Estados Unidos.

DANIELLE FONSECA, Reuters

14 de agosto de 2012 | 18h05

O dólar subiu 0,28 por cento, a 2,0266 reais na venda. Durante o dia, a moeda oscilou entre 2,0185 reais e 2,0295 reais.

Apesar de os dados sobre os EUA terem trazido algum otimismo durante o pregão, operadores alertam que sinais de recuperação da economia norte-americana e global podem não persistir.

"Há algum otimismo no mercado, mas esse otimismo é efêmero, tem se dissipado rapidamente. Não há uma tendência definida para nada, em todos os aspectos, em função das incertezas que persistem no cenário econômico no momento", avaliou o gerente de câmbio da Treviso Corretora Reginaldo Galhardo.

As vendas no varejo nos EUA subiram 0,8 por cento em julho em relação ao mês anterior, na primeira alta em quatro meses, em um sinal de que os consumidores do país poderão levar a um crescimento econômico mais rápido no terceiro trimestre.

Com a esperança de um desempenho melhor da economia norte-americana, o dólar se fortaleceu levemente ante outras moedas. Às 17h55 (horário de Brasília), a moeda subia 0,11 por cento ante uma cesta de divisas, por exemplo. O euro, por sua vez, perdia 0,09 por cento ante o dólar.

Na Europa, o Produto Interno Bruto (PIB) de Alemanha e França também veio um pouco melhor do que o esperado pelo mercado, embora persista um cenário de crescimento fraco no continente, o que ainda mantém alguma expectativa por novas medidas de estímulo por parte do Banco Central Europeu (BCE).

"O mercado ainda trabalha com alguma cautela para não ser pego de surpresa. Os dados de hoje podem não ser suficientes para deixar o mercado totalmente tranquilo. Não há consistência para dizer que vamos sair da crise... Muita água ainda vai rolar para o mercado operar com tranquilidade", completou Galhardo.

Com isso, o gerente de câmbio diz ver o dólar seguir rodando em torno do patamar atual, próximo dos 2,02 reais, e preso ainda à banda informal de 2 reais a 2,10 reais.

(Reportagem de Danielle Fonseca)

Mais conteúdo sobre:
DOLARFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.