Dona de creche sul-africana é condenada por dar Valium a crianças

Monica Helm dissolvia comprimidos na água e os dava a crianças de até seis anos de idade.

BBC Brasil, BBC

18 de maio de 2011 | 10h03

A dona de uma creche na Cidade do Cabo, na África do Sul, foi considerada culpada da acusação de dar comprimidos do tranquilizante Valium a crianças de até seis meses de idade.

Segundo a acusação, Monica Helm, de 61 anos, diariamente esmagava os comprimidos, dissolvia-os na água e os servia às crianças para fazê-las dormir.

Com isso, as crianças só acordavam na hora em que seus pais vinham buscá-las.

A mãe de uma das crianças matriculadas na creche estranhou o fato de que sua filha caía no sono todo dia às 10h, e outra notou que seu bebê vinha sofrendo de desidratação.

Outra mãe, Janine Heyns, levou seu filho Michael ao médico após ter notado mudanças em seu comportamento. Ela também ouviu boatos de que as crianças da creche vinham recebendo sedativos.

Após a realização de testes, foram descobertos vestígios de Valium na urina do menino.

Helm, que administrou a creche ao longo de 24 anos, foi considerada culpada de sete acusações de dar a crianças uma mistura caseira para fazê-las dormir. Ela também foi condenada por manter uma creche sem registro.

A sentença contra Monica Helm deverá ser estipulada em uma audiência futura.

O composto Diazepam (comercializado sob diversos nomes, entre os quais Valium) é administrado em casos de insônia e ansiedade. Ele também é usado como anestésico, relaxante muscular e anticonvulsivo. No Brasil, a sua venda só é permitida com receita médica.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.