Dono de Porsche ironiza acidente: 'Não saiu nem a tinta'

Acusado de lesão corporal e omissão de socorro depois de bater seu Porsche Carrera preto em outros dois carros na sexta-feira passada, no Morumbi, zona sul de São Paulo, o empresário e DJ Michel Saad Neto colocou uma foto da lateral seu veículo avariado no Facebook e escreveu: "esse foi o resultado... Não saiu nem a tinta". Policiais e testemunhas afirmaram que Neto estava embriagado. Ele passou por teste clínico, mas se recusou a fazer exame de sangue.

RODRIGO BRANCATELLI, Agência Estado

11 Outubro 2011 | 21h04

O empresário afirmou à polícia apenas que "bebeu uma cerveja" - procurado hoje, não foi encontrado pela reportagem. Segundo a polícia, Neto dirigia na contramão e em alta velocidade pela Rua Olegário Mariano. Um Honda Fit tentou desviar e acabou batendo em um poste - a motorista teve escoriações e foi levada para o Hospital Albert Einstein. Um Palio Weekend não conseguiu desviar e acabou sendo atingido pelo Porsche.

O empresário, um dos sócios da Club Disco, no Itaim-Bibi, não prestou socorro - segundo disse à polícia, ficou com medo de ser linchado. De acordo com a Polícia Militar, ao ser abordado em seu apartamento, Neto disse não saber de nenhum acidente e foi conduzido ao 89.º DP. A polícia registrou um Termo Circunstanciado e ele foi liberado.

Mais conteúdo sobre:
Porsche acidente São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.