'Doutor Morte' expõe cadáver de elefante

ANATOMIA

Efe, O Estadao de S.Paulo

19 de março de 2010 | 00h00

O alemão Gunther von Hagens, professor de Medicina que desenvolveu o método de conservação de cadáveres que batizou de plastinação, realizou sua obra de maior tamanho. Ele "plastinou" uma fêmea de elefante, chamada Samba, que agora se torna a estrela da nova exposição do médico, no Zoológico de Neunkirche. A obra pesa 3,2 toneladas e mede 6 metros por 3,5. A mostra também traz cadáveres de girafa e urso, entre outros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.