Dragagem do Rio Itajaí (SC) deve durar 3 meses

O Porto de Itajaí, em Santa Catarina, deve voltar a receber navios, precariamente, em até 20 dias. Em três meses a dragagem do Rio Itajaí-Açu deve ser concluída. Em caráter de emergência, o ministro Pedro Brito, da Secretaria Especial de Portos, vai autorizar a contratação de uma empresa para limpar o canal que dá acesso ao porto e ao terminal de Navegantes, um em cada margem do rio. Com a enchente provocada pelas chuvas que atingiram o Estado, o fundo do rio ficou muito acidentado. Devem ser retirados 3,8 milhões de metros cúbicos de sujeira, que serão lançados no alto-mar. A operação deve se normalizar em seis meses. As empresas têm até sexta-feira para enviar propostas para a dragagem. Na semana que vem, a draga já começa a nivelar o Itajaí-Açu. Há trechos com 22 metros de profundidade e outros com 5,5 metros - para a navegação, vale a menor medida. Antes das chuvas, a profundidade era de 11,3 metros. As chuvas destruíram 740 metros de cais. Dos quatro berços de atracação, um foi levado pelas águas, outro foi destruído parcialmente e um terceiro sofreu avarias leves. O quarto atracadouro está em construção. Ele seria concluído em janeiro, mas o plano de reconstrução do porto prevê agora que a obra seja entregue até 15 de dezembro. O governo federal liberou R$ 350 milhões para as obras no porto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.