Duas turistas brasileiras são sequestradas no Egito

Homens armados sequestraram duas turistas brasileiras que viajavam pela Península do Sinai, no Egito, neste domingo, em visita a um monastério isolado nas montanhas, disseram forças de segurança.

REUTERS

18 Março 2012 | 14h02

Acredita que os homens armados sejam beduínos que querem reféns para negociar a libertação de prisioneiros mantidos pelo governo, disseram fontes.

Os sequestradores pararam um ônibus que carregava um grupo de turistas para o Monastério de Santa Catarina, mas sequestraram apenas as duas brasileiras.

O governo egípcio estava em contato com lideranças beduínas locais para tentar negociar a libertação das mulheres, acrescentaram as fontes.

Beduínos do Sinai têm atacando postos policiais, bloqueado acesso a cidades e feito reféns para mostrar seu descontentamento com o governo do Cairo e para pressionar pela libertação de prisioneiros. (Reportagem de Yusri Mohamed)

Mais conteúdo sobre:
EGITO BRASILEIRAS SEQUESTRADAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.