Dupla de pit bulls fere quatro pessoas em Itu

Dois cães da raça pit bull avançaram ontem sobre grupos de moradores que conversavam na frente das casas e feriram quatro pessoas, na periferia de Itu, no interior paulista. O número de vítimas só não foi maior porque um cachorro vira-latas atacou um dos pit bulls e deu tempo para que os moradores se refugiassem nas casas.   Guardas municipais chamados pelos moradores não conseguiram dominar os cães e pediram ajuda ao Corpo de Bombeiros. Um pit bull que avançou sobre um dos guardas foi abatido a tiros. O outro entrou num matagal e não foi encontrado.O ajudante Leandro Gonçalves de Andrade chegou a lutar com um dos cachorros. Ele sofreu várias mordidas no braço. A dona de casa Brígida Ramos Ribeiro foi mordida na perna. O marido, Vanderlei Aparecido Fernandes, correu para ajudá-la e também foi atacado. As vítimas foram levadas para o pronto-socorro do Hospital Sanatorinhos. A outra ferida foi Lidiane Gomes, mordida na perna, mas não precisou de atendimento médico. O dono dos cachorros não foi identificado. Segundo a Guarda Municipal, os animais devem ter sido abandonados por causa da ferocidade. O canil do Centro de Zoonoses da prefeitura chegou a ficar com excesso de lotação por causa dos animais abandonados. Por falta de espaço, 8 cães pit bull que estavam em condições precárias de saúde foram sacrificados, o que gerou revolta entre os defensores dos animais. A prefeitura entrou na Justiça com pedido de autorização para sacrificar outros 6 cães da mesma raça.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

22 de outubro de 2007 | 17h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.